PERFIL

PERFIL
  • G.A.S.PORTO - GRUPO DE AÇÃO SOCIAL DO PORTO
  • DESCRIÇÃO SUMÁRIA
    O G.A.S.Porto desenvolve atividades na vila da Macia que procuram dar resposta às necessidades identificadas através em colaboração com os órgãos governamentais, provinciais e distritais. Desde 2007, têm vindo a ser desenvolvidos Programas de Cooperação para o Desenvolvimento, nas áreas da Saúde, Educação e Ação Social, através de uma metodologia de trabalho que se caracteriza pela horizontalidade e proximidade das interações sociais. O Programa Pfuka U Famba funciona num Centro de Reabilitação Nutricional e a sua atuação, assegurada por uma profissional local, tem por base o fornecimento diário de alimentação (leite em pó, papas enriquecidas e sopas) a aproximadamente 20 crianças subnutridas, garantindo este apoio até à recuperação do seu estado nutricional. Para além do suprimento da necessidade imediata, o G.A.S.Porto centra a sua intervenção na importância da formação e capacitação apropriadas dos cuidadores, por forma a evitar que aquela criança ou outras da mesma família regressem ao centro. No futuro, pretende-se estender a atuação do Centro a zonas mais remotas do Distrito com o funcionamento de uma Clínica Móvel. O Centro de Educação e Desenvolvimento Infantil Kukula pretende complementar a educação das crianças da Vila da Macia, com recurso a dois profissionais locais para o apoio ao estudo. No Centro são promovidas metodologias de aprendizagem e atividades lúdico-pedagógicas que estimulam a aprendizagem da Matemática, das Ciências e do Português. O Programa funciona em quatro diferentes centros, localizados em 4 diferentes escolas e acompanha cerca de 160 crianças da 2ª à 5ª classes, trabalhando em colaboração direta com os professores. No futuro, pretende-se que todas as escolas da Vila tenham um centro de estudos. O Programa “Crescer de Mãos Dadas” consiste num apadrinhamento à distância de crianças órfãs e vulneráveis da vila da Macia. O Programa apoia atualmente 89 crianças promovendo o seu desenvolvimento integral e garantindo-lhes o acesso à educação, à saúde e a bens primários, entre outras coisas, através da doação de um kit mensal básico, de um kit anual escolar, do acompanhamento escolar, de avaliação-ação médica, da reabilitação de casas, da promoção de visitas com caráter socioeducativo, de contatos diversos entre padrinho e afilhado e da formação aos profissionais locais. Pretende-se que todas as crianças e jovens tenham acesso a condições que lhes permitam a oportunidade de ingressar no ensino superior, médio ou técnico-profissional.
    FICHEIROS
    VÍDEOS
    Por favor insira um email válido!
    Votou com sucesso!
    Já votou.
    Email inválido! Por favor tente novamente.
    CORPORATE