PERFIL

PERFIL
  • SALINA DE BATANHE - MISSIONÁRIOS DA CONSOLATA
  • DESCRIÇÃO SUMÁRIA

    A Salina de Batanhe é uma empresa de carácter social detida pelos missionários da Consolata em Moçambique.

    A origem do seu sal é improvável. Advém do oceano e da viagem que daqui se empreende. Criada em Moçambique há 50 anos, pelo Padre Amadeu, no extremo norte da província de Inhambane, esta salina dos Missionários da Consolata nasceu da necessidade de criar recursos, numa zona isolada e de clima adverso, sujeita a secas cíclicas que impediam colheitas regulares, e que assim ditavam anos de fome às populações de Nova Mambone.

    Hoje, depois de sobreviver, quer aos anos da guerra, quer a desastres naturais, a Salina de Batanhe reinventou-se. Emprega cerca de 90 trabalhadores, 30 permanentes e 60 ocasionais. Gerando riqueza local para a população desta zona tão vulnerável de moçambique.

    Os rendimentos da salina proporcionam assistência médica e aulas de alfabetização aos trabalhadores, e permite também a promoção do ensino pré-escolar ao financiar uma escolinha para a população onde não existe nenhuma estrutura deste tipo num raio de cerca de 100 kms.



    A salina de Batanhe

    Procura gerar riqueza a partir de Moçambique e para Moçambique.

    Procura ampliar a sua área de exploração e aumentar a capacidade extrativa.

    Procura evidenciar a qualidade do seu sal e flor de sal, nacional e internacionalmente para poder expandir o seu negócio e poder distribuir riqueza e apoios em Moçambique.



    O seu esforço em inovar e melhorar já lhe valeu dois prémios, na área da inclusão e do agro-negócio em 2017 e o prémio Agro empreendedor em 2018.



    Pretende adquirir visibilidade e parceiros para ensaiar os primeiros passos para a exportação fora do continente africano.

    FICHEIROS
    VÍDEOS
    Por favor insira um email válido!
    Votou com sucesso!
    Já votou.
    Email inválido! Por favor tente novamente.
    CORPORATE